Lançamento CIVIDA

Formar uma rede de solidariedade, conectando as pessoas para fazer o bem. Este é um dos objetivos do projeto Civida, que desde 2017, foi ganhando forma e se estruturando, com o apoio das Faculdades Integradas de Taquara (Faccat), para tornar-se realidade e fazer a diferença na vida de muitas pessoas. O que era um sonho, agora se transformou em realidade. O aplicativo do projeto Civida foi oficialmente lançado na noite de terça-feira, dia 30 de abril, formando desta forma uma teia de integração. O App está disponível no Google Play e em breve estará disponível também no Apple Store. O APP também pode ser baixado por meio do site www.civida.com.br. O evento de lançamento ocorreu no auditório 3, do Centro de Eventos Faccat. Participaram da solenidade, que foi transmitida ao vivo pelo canal do youtube da Faccat, o diretor-geral da Faccat, Delmar Henrique Backes; o secretário municipal de Saúde de Rolante, Lenoir Lauri Schonardie, entre outras autoridades regionais, além de universitários e comunidade. A iniciativa conta com apoio do Instituto 3M, Alfabetização Solidária (AlfaSol), Faccat e Associação Regional de Esclerose Lateral Amiotrófica (Arela/RS).

 

Muito mais que um aplicativo

Durante o cerimonial de lançamento, o idealizador do projeto, Lucas Humberto Reinhardt, destacou a importância do aplicativo para ajudar quem necessita e que está à espera de um equipamento de saúde. “O Civida é muito mais do que um aplicativo. O aplicativo é uma ferramenta auxiliar. O Civida é um projeto real que vai conectar as pessoas. Ele unirá as pessoas. Então ele vai muito além do que um aplicativo”, explica Reinhardt, deixando claro que o aplicativo é uma ferramenta para ajudar na conexão entre as pessoas porque é uma plataforma única para este fim. “Conectar as pessoas de forma simples e direta e desta forma se transformar numa alternativa ao Sistema Único de Saúde. O SUS é um dos maiores programas de saúde pública do mundo, mas em larga escala das demandas, se torna ineficiente. Em larga escala acaba havendo uma burocratização muito grande na entrega destes equipamentos”, esclarece o idealizador do Civida, acrescentando que a proposta está aí para contribuir com a qualidade de vida no Brasil.

Comunidade solidária

 

O diretor-geral da Faccat, Delmar Backes, comenta que o aplicativo é muito importante porque envolve a solidariedade. “Este é um momento importante para a comunidade solidária. Todas as pessoas que têm a preocupação em ajudar os outros são exemplos.  O Lucas está lançando este aplicativo porque pensou num trabalho de conclusão solidário”, destaca Backes, destacando ainda que as pesquisas devem ser para a humanidade, para melhorar a qualidade de vida das pessoas. “O projeto do Lucas serve para socorrer as pessoas que têm dificuldades em ter equipamentos de saúde.  A ideia deve contagiar a todos. O Lucas está fazendo o vem de encontro com a filosofia da Faccat.  E isso nos alegra muito. Que sejamos multiplicadores destas ações e que o Brasil veja este esforço. O ser humano é o ser que mais precisa de ajuda”, salienta Backes.

 

A parceria da Faccat

O projeto Civida vem ao longo de sua criação, contando com vários apoiadores, entre eles, as Faculdades Integradas de Taquara (Faccat), onde Lucas se formou. A Faccat está disponibilizando dois bolsistas que atuam no desenvolvimento do aplicativo, fomentando dessa forma as atividades de ensino, extensão, pesquisa e gestão. São eles os alunos Alex Quinteiro (Publicidade e Propaganda), que atua nas redes sociais e fotografia; e Jean Carlos Fragata (Jogos Digitais), na função de operador de testes. 

Prêmio 3M – O pontapé inicial para sair do papel

 

O Instituto 3M foi um dos apoiadores do projeto, por meio do Prêmio Instituto 3M para Estudantes Universitários. Lucas foi o ganhador da menção honrosa, na edição de 2017. Ele e seu orientador, o professor Fernando Lunardelli, receberam R$ 10 mil para implementar o projeto.

“O objetivo do Prêmio Instituto 3M para Estudantes Universitários é reconhecer e apoiar a implantação de projetos inovadores voltado ao desenvolvimento social, como o Civida”, comenta Mara Fioravante, Presidente do Instituto 3M.

A equipe

 

A equipe Civida é formada pelo idealizador do projeto Lucas Humberto Reinhardt, pelos acadêmicos da Faccat, Alex Quinteiro, que atua nas redes sociais e fotografia; e Jean Carlos Fragata, na função de operador de testes. Completam a equipe o professor da Faccat Fernando Lunardelli, como líder técnico e orientador; o programador front-end, Yuri Santos; Ricardo Lemes, na área Criativa; a jornalista Claucia Ferreira da Silva; e Lee Jones.

Funcionamento do App CIVIDA

 

O Civida é um aplicativo que consiste no desenvolvimento de um sistema que visa a proporcionar aos cidadãos uma alternativa para receberem equipamentos de saúde que podem ser emprestados ou doados pela população em geral ou empresas. Os usuários combinam como o equipamento será entregue e o sistema ajuda a gerenciar a operação.

(51) 99322-1419

Taquara - RS

95607-016